GALERIA DE FOTOS

1° Jantar Tertúlia 2018 no restaurante Le Portugal, em Ixelles | 19/01/2018

6° Jantar Tertúlia no restaurante Rodízio Grill, em Bruxelas | 07/12/2017

5° Jantar Tertúlia no restaurante A Torre do Futuro, em Saint-Gilles | 21/09/2017

primeira Academia do Bacalhau, foi fruto de uma velha e curiosa história de amizade lusófona, nascida há quase 50 anos em Joanesburgo, África do Sul, onde na altura viviam e trabalhavam cerca de 1 milhão de portugueses.  A ideia de se criar tal Academia surgiu num jantar, oferecido em Março de 1968 no Hotel Moulin Rouge, em Hillbrow, Joanesburgo, ao jornalista Manuel Dias de “O Primeiro de Janeiro” do Porto, que na altura se encontrava de visita aquele País e durante o qual se discutiu, entre outros assuntos relacionados com a comunidade portuguesa, como comemorar naquele país o dia 10 de Junho, Dia de Portugal e de Camões.

    Foram quatro amigos, o Eng. José Ataíde (já falecido e na altura Administrador Delegado da Sonarep), o Dr. Ivo Monteiro (também já falecido e na altura Delegado do ICEP), o Dr. Rui Pericio e o Dr. Durval Marques, hoje Presidente Honorário das Academias, que em boa hora tiveram a extraordinária e feliz ideia de fundarem a “Academia do Bacalhau de Joanesburgo”, iniciando-se assim um movimento que os próprios fundadores, nunca imaginaram as repercussões da sua existência e a multiplicação das mesmas por todo o mundo, podendo-se comparar este fenómeno a uma gigantesca onda de choque no domínio da amizade, portugalidade e solidariedade social. Depois desse histórico jantar, tiveram lugar algumas reuniões para se estabelecerem os respectivos princípios e normas e se pôr a ideia em marcha.

    Foi assim que, no dia 10 de Junho de 1968, se realizou o primeiro Jantar-Tertúlia no Restaurante “Chave d’Ouro” para se comemorar pela primeira vez na África do Sul o dia de Portugal e se inaugurou oficialmente a Academia do Bacalhau de Joanesburgo, hoje chamada de “Academia Mãe”, tendo sido o Eng. José Ataíde o seu primeiro Presidente.

Como e quando se fundou o movimento das Academias do Bacalhau, que hoje se espalhou por todos os continentes?

Princípios das Academias do Bacalhau no mundo:

Festa de oficialização da Academia do Bacalhau de Bruxelas no Centre Belge de la Bande Dessinée, Bélgica - 19/09/2013.

A

omentar, encorajar e desenvolver uma acção que assente basicamente em conceitos altruístas e de confraternização entre portugueses e seus amigos de quaisquer outras nacionalidades.

 

De coração aberto, num espírito humanitário e de patriotismo, procurar por todos os meios integrar todos os portugueses, homens de boa fé e de sãos propósitos, no conceito da vida em sociedade, seja qual for a sua posição social e grau de cultura.

 

Que sem o artifício de uma regulamentação estatutária e em termos da mais ampla liberdade do espírito e de compreensão, se dê especial atenção ao desenvolvimento e prática da "Assistência Social" e da solidariedade entre a Comunidade Portuguesa.

 

Que dentro dos princípios base estabelecidos e aceites por todas as Academias, estas possam pôr em prática todos os conceitos da vida comunitária, sem que qualquer delas possa interferir, de forma negativa, na acção que desenvolverem.

 

Que dentro dos princípios base acima referidos, as diferentes Academias possam adaptar-se às condições do meio em que desenvolvem a sua actividade.

 

Que dentro do espírito de unidade, entre a Comunidade Portuguesa, as Academias não se confundam com qualquer clube, de forma a contrariarem os princípios estabelecidos.

 

Que seja intensificado o fim filantrópico das Academias, a fim de se poder dar melhor assistência aos portugueses, residentes ou não, nos países onde se situam as Tertúlias.

 

Aprovado: "Que, com o objectivo de se acomodar as Academias formadas para além das fronteiras sul africanas, os pontos b) e d) dos Princípios e Objectivos das Academias do Bacalhau, sofram as seguintes e ligeiras alterações:

 

Fomentar, encorajar e desenvolver relações de convívio e amizade entre as Comunidades Portuguesas e os elementos de outras Comunidades Estrangeiras, nomeadamente com vista à defesa do prestígio e bom nome de Portugal e dos Portugueses.

 

Fomentar, encorajar e desenvolver a assistência moral e material entre as Comunidades Portuguesas.

F

Para obter mais informações sobre os jantares da Academia do Bacalhau de Bruxelas não hesite em nos contactar:

Amandio Maia - Presidente: (+32) 0476 90 41 93

Isabel Rocha - Vice-presidente: (+32) 0477 23 63 56

Ou por e-mail: info@bacalhau.be

Para mais informações não hesite em nos contactar por e-mail: info@bacalhau.be

 © 2017 ACADEMIA DO BACALHAU DE BRUXELAS ASBL.

Tous droits réservés. La désignation ACADEMIA DO BACALHAU DE BRUXELAS et le logo sont protégés en tant que marques. Toute l'utilisation de ces marques déposées à des fins commerciales est interdite. L'utilisation de la plate-forme BACALHAU.BE implique que vous acceptez les Conditions générales et les Dispositions en matière de la vie privée et comprise l'utilisations de cookies sur l'internet.

Web site em fase de desenvolvimento por Contato sprl